Foto: Tony Winston/Agência Brasilia

✓ O presidente Jair Bolsonaro se reúne, às 11h30, com Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do estado de São Paulo (Fiesp). ÀS 14h, recebe Pedro Guimarães, presidente da Caixa.

✓ O presidente Jair Bolsonaro pode sancionar projeto de socorro financeiro para Estados e municípios no combate a pandemia do novo coronavírus.

A Arko Advice realiza, às 11h, live com o presidente do Tribunal de Contas da União, José Mucio Monteiro, sobre O papel de órgãos de controle nas ações de combate à pandemia do coronavírus.

✓ O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, decide nesta sexta-feira sobre a divulgação do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, na qual o ex-ministro Sérgio Moro alega ter ficado claro interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal.

✓ Os líderes no Senado se reúnem, às 10h, para discutir os seguintes projetos: PL 1328/20 (suspensão de créditos consignados); PL 911/20 (eleva alíquota da CSLL dos bancos – tramita em conjunto o PL 1522/20, que aumenta CSLL também às mineradoras); PL 1166/20 (limita juros do cartão de crédito e do cheque especial) Relator: sen. Lasier Martins (PODE/PR); PL 1542/20 (suspensão do reajuste dos medicamentos e planos de saúde) Relator: sen. Confúcio Moura (MDB/RO); e PL 2630/20 (lei de liberdade, responsabilidade e transparência na internet – combate às fake news).

✓ A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulga a sua sondagem da indústria da construção.

✓ O Diretor de Política Econômica do Banco Central, Fabio Kanczuk, participa de webinar organizado pelo UBS com investidores institucionais, às 10h.

✓ O Secretário especial de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, participa de transmissão ao vivo do banco BV, às 15h.

✓ O Secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, participa de webinar da Escola Brasileira de Economia e Finanças (FGV EPGE), com o senador Antonio Anastasia (PSD-MG), às 18h.

✓ FGV divulga a expectativa de inflação dos consumidores em maio.

✓ A Caixa Econômica Federal credita hoje novos lotes do Auxílio Emergencial, tanto da primeira parcela, para novos aprovados, quanto da segunda, para quem recebeu a anterior até 30 de abril. Ao todo, o benefício será pago a 7,9 milhões de trabalhadores, segundo o banco.