Foto: Jim Bourg

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em reunião de gabinete aberta à imprensa, se solidarizou com a ascensão do Brasil no triste ranking de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus. Disse ainda que não descarta a possibilidade de restringir totalmente os voos do Brasil para os EUA.

Trump afirmou que “o Brasil está tendo problemas, sem dúvida” e que isso é motivo de preocupação. O mandatário informou que o governo fez 14 milhões de testes na população, o que permitiu uma identificação alta dos casos.

“Se estivéssemos fazendo um milhão de testes […], teríamos um número muito menor. Eu acho que há um certo mérito nisso, temos um número alto porque é resultado do trabalho e eficiência dos vários profissionais envolvidos”, afirmou.