Foto: Samir Jana/Hindustan Times/Getty Images

O Ministério da Saúde liberou, nesta terça-feira (19), o uso da hidroxicloquina e cloroquina na fase inicial do tratamento de Covid-19. O novo protocolo de tratamento foi atualizado hoje.

A pasta faz ressalvas técnicas e admite que faltam evidências científicas sobre a eficácia do remédio e que pouco se sabe sobre seus efeitos colaterais. No entanto, de acordo com o documento, pacientes adultos com sintomas leves poderão tomar o medicamento a partir do primeiro dia.

Para fazer uso do remédio, o paciente a ser tratado deverá assinar um termo que autoriza sua utilização e assume os riscos do tratamento. A cloroquina é utilizada para tratar malária e doenças autoimunes e, segundo cientistas em todo o mundo, há efeitos colaterais graves que podem aumentar as chances de óbito, como o aumento de complicações cardíacas.