Marcelo Camargo/Agência Brasil

Está na pauta do Senado Federal desta terça-feira (19) o Projeto de Lei (PL) 1.277/20, que suspende instantaneamente a aplicação de provas e exames, como o Enem, em casos de calamidade pública decretados pelo Congresso Nacional. A autora do projeto, senadora Danielle Ribeiro (PP-PB) disse que manter as provas aprofunda desigualdades, porque muitos estudantes não têm acesso à internet ou a equipamentos adequados para assistirem às aulas.

O relator do projeto, senador Izalci Lucas (PSDB-DF), disse acreditar que a matéria será aprovada sem dificuldades. O líder da minoria no Senado, Randolfe Rodrigues (REDE-AP) disse que votará favoravelmente ao projeto em sua conta no Twitter. “É um esforço coletivo para adiar o Enem 2020”, disse.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pequenas Educacionais (Inep), mais de 3,5 milhões de pessoas já se inscreveram para realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) este ano. As inscrições ainda estão abertas e podem ser realizadas até as 23h59 da sexta-feira (22). As provas a princípio estão previstas para acontecer nos dias 1º e 8 de novembro (modalidade impressa) e 22 e 29 de novembro (versão digital).