Foto: Arquivo

Em reunião realizada hoje, 11, com deputados e senadores, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, informou que o benefício de 600 reais já foi repassado a mais de 50 milhões de pessoas, o que representa exatamente um terço da população mais carente.

Destacou que a Caixa está operacionalizando algo que nunca aconteceu na história, e comparou com o que vem acontecendo nos Estados Unidos, cujo pagamento aos cidadãos americanos só começou agora, via cheque, pelo correio, algo que eles começaram a operacionalizar antes do Brasil.

O debate foi convocado pelo Sen. Confúcio Moura (MDB-RO), que preside a Comissão Mista que acompanha a situação fiscal e a execução orçamentária e financeira das medidas relacionadas ao combate do novo coronavírus (Covid-19).

O objetivo principal era ouvir o presidente da Caixa sobre as ações da instituição durante a pandemia, principalmente em relação ao pagamento do auxílio emergencial. De acordo com a apresentação feita aos parlamentares, além dos mais de 50 milhões de cidadãos beneficiados com a primeira parcela de 600 reais, muitos receberam o dobro (R$ 1,2 mil), como é o caso de mãe solteira chefe de família.

Ainda de acordo com os dados apresentados por Guimarães, 20 milhões de cadastros não foram concluídos devido às divergências que estão em análise. Informou que o aplicativo criado para o recebimento do dinheiro registrou 85 milhões de downloads – superando todos os aplicativos que a Caixa possui. Outros dados informados por ele contabilizam mais de 142 milhões de ligações para a Central 111, e o site próprio da instituição teve mais de 750 milhões de visitas.

Segunda Parcela

Antes do encerramento da audiência, o presidente da Caixa informou aos deputados e senadores que para evitar aglomerações, o pagamento da segunda parcela será feito de acordo com o mês de nascimento do cadastrado, e que as mais de 4 mil agências da Caixa estarão abertas com duas horas de antecedência, com funcionamento inclusive aos sábados.