Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) afirmou que após as medidas emergenciais para combater o novo coronavírus no segundo semestre, as reformas retornarão à pauta do Parlamento com prioridade, sobretudo as reformas tributária e administrativa.

Em videoconferência promovida pelo Santander nesta quinta-feira (7), Maia defendeu reformas mais amplas do que haviam sido propostas antes da pandemia, como uma forma de compensar o aumento da relação dívida-PIB no Brasil.

“Temos de discutir uma repactuação da estrutura dos gastos. A reforma administrativa do governo, que era para os novos servidores, por exemplo, terá de ser pensada de outra forma. A reforma de bens e serviços, temos de olhar. Mas a administrativa, no segundo semestre, vai ter que ser em outro patamar”, afirmou.