Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central faz sua primeira reunião do ano para decidir a taxa básica de juros desde que entrou em vigor o estado de calamidade pública no país (20 de março). Hoje, a Selic está em 3,75%.

Apesar das incertezas em relação à economia mundial, a expectativa é que o BC reduza ainda mais a Selic. Diante da pandemia, há um quadro recessivo no país. Além disso, a forte retração econômica, combinada com a queda dos preços das commodities, deve manter a tendência de desaceleração do IPCA. A expectativa é de uma inflação um pouco acima de 2%.

As estimativas de redução da Selic estão entre 0,5% e 0,75%. A tendência é que fique em 3,25% ao ano.