Foto: Agência CNI

A Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) divulgou pesquisa na qual revela uma queda de 8,5% no primeiro trimestre deste ano em comparação com o mesmo período de 2019. A expectativa é de que as exportações de calçados sofram uma queda ainda maior no segundo semestre. Caso isso ocorra, a industria fechará com uma redução de 27,3% nos embarques de calçados para o exterior.

Segundo o presidente-executivo da Abicalçados, Haroldo Ferreira, a crise já fez com que o setor perdesse mais de 34 mil postos de trabalho, quase 10% do total de empregos gerados pela industria de calçado (em relação a dezembro de 2019).

A pesquisa também sublinhou que 51% das empresas do setor estão com atividades paralisadas, ou apenas finalizando produtos para utilização da matéria-prima em estoque, para posterior paralisação, sendo que 23% delas não têm previsão de retorno às atividades.