Foto: Agência Brasil

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgou nesta segunda-feira (27) um conjunto de regras para a desativação de instalações de exploração e produção de petróleo e gás no Brasil. As normas poderão ser utilizadas para desativações que precisem ser realizadas em 2020, devido aos impactos da pandemia do coronavírus.

O chamado “descomissionamento” pode ser aprovado a partir da entrega de um Plano de Descomissionamento de Instalações. O objetivo com estas mudanças é abrir novas oportunidades de negócios e oferta de serviços. A ANP espera que, nos próximos cinco anos, os processos de descomissionamento gerem R$ 26 bilhões em investimentos.