Foto: Reprodução/Hub i4.0

Um grupo de países focados na exportação agropecuária decidiram se reunir para buscar um desmonte das restrições adotadas no comércio internacional. A intenção de países, como Brasil, Estados Unidos, Canadá, Singapura e Austrália, é de uma recuperação do setor após a pandemia do novo coronavírus (covid-19).

As nações entendem que é necessária a reversão das medidas restritivas; a OMC já havia identificado 166 novas medidas comerciais adotadas pelos membros durante a pandemia. Dessas medidas, 94 referem-se à facilitação de comércio de produtos médicos e 71 delas à restrição de exportações.

Inicialmente, a maioria das medidas envolvia material médico-hospitalar, mas agora é crescente o número que inclui produtos agrícolas. O Brasil tem interesse tanto como exportador quanto como importador, e a lista de medidas que pode afetar o país é extensa.

Artigo anteriorMinistro da Defesa visita Comando Conjunto Sul, da Operação COVID-19
Próximo artigoDesafios da pós-modernidade em Brasília
Escritor, Jornalista e Cientista político, com foco em Accountability, formado pela Universidade de Brasilia. Pós-graduado em Relações Institucionais pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC). Especialista em Processo Legislativo Federal e Ética e Administração. Exerce a função de analista político na Arko Advice, com dez anos de experiência, atua com o desenvolvimento de estratégias, mapeamento de stakeholders, consultoria e na elaboração de análises setoriais.