Foto: Shutterstock

A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), órgão vinculado à Organização das Nações Unidas (ONU), prevê que a pandemia da covid-19, causada pelo novo coronavírus, resultará na pior crise social da América Latina em décadas, fazendo com que a economia brasileira encolha 5,2% em 2020.

Segundo dados da Cepal, milhões de pessoas irão enfrentar o desemprego e pobreza. O impacto econômico para a América Latina é a contração de 5,3% em 2020, o pior desempenho desde 1900.

O órgão estima que os principais países latino americanos afetados serão serão Venezuela (-18%), México (-6,5%), Argentina (-6,5%), Equador (-6,5%), Nicarágua (-5,9%) e Brasil (-5,2%). No pelotão intermediário, estão Chile (-4%), Peru (-4%), Uruguai (-4%), Cuba (-3,7%), Costa Rica (-3,6%), Haiti (-3,1%), El Salvador (-3%), Bolívia (-3%) e países do Caribe (-2,5%).