World Bank / Simone D. McCourtie

O presidente do Banco Mundial, David Malpass, anunciou nesta sexta-feira (17) que a instituição é capaz de fornecer US$ 160 bilhões em financiamento nos próximos 15 meses para o enfrentamento da crise pela pandemia do coronavírus. Malpass disse que os impactos da crise estão sendo sentidos globalmente.

“Além dos impactos da pandemia da COVID-19 na saúde, esperamos uma grande recessão global. Nossas estimativas sugerem uma desaceleração global muito mais profunda do que a grande recessão (iniciada em 1929), dados os declínios na produção, investimento, emprego e comércio”, disse em nota.

Para o presidente, o que o Banco Mundial fez até agora não é o suficiente, mas “se não agirmos rapidamente para fortalecer sistemas, os ganhos de desenvolvimento dos últimos anos podem ser facilmente perdidos”.