Foto: Will Shutter/Câmara dos Deputados

Após a demissão do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, nesta quinta-feira (16), os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, divulgaram uma nota oficial sobre a decisão, em que elogiaram a atuação de Mandetta em frente à pasta e desejaram sucesso a Nelson Teich, o novo ministro.

A nota afirma que a expectativa do Congresso Nacional sobre o Ministério da Saúde é continuar agindo “de forma vigorosa, de acordo com as melhores técnicas científicas” para o enfrentamento firme da pandemia de coronavírus.

O texto diz que a saída de Mandetta “certamente não é positiva” para o país e que “a vida e a saúde dos brasileiros devem ser sempre a nossa maior prioridade”. Por fim, o Parlamento apela à União e “ao bom senso dos poderes da República” para somar esforços e mitigar os efeitos da crise sanitária e econômica.