Foto: Governo de Tocantins

O Ministério da Educação (MEC) irá lançar um novo edital do Programa Universidade para Todos (Prouni), com o objetivo de postergar os prazos de inscrição, já que, devido às medidas de isolamento social e paralisação de serviços não essenciais, em função da pandemia de coronavírus, mais de 90 mil pessoas que concorrem a bolsas de estudo do programa, sofreram com a suspensão das atividades.

O objetivo do novo edital é permitir que as inscrições ocorram quando a situação no país seja normalizada, de modo que os candidatos que já estavam na lista de espera para análise de documentos, e também os que ainda não tiveram oportunidade de comprovar informações nas instituições de ensino, não sejam prejudicados.

O Prouni oferece bolsas integrais (de 100%) e parciais (de 50%), em instituições privadas de ensino superior. A lista de espera é uma outra oportunidade para candidatos que não foram selecionados na primeira ou na segunda chamadas.