Foto: Yves Herman / Reuters

A União Europeia (UE) anunciou, na última quinta-feira (2), a criação de um fundo de cem bilhões de euros na intenção de proteger empregos durante a pandemia do novo coronavírus.

Segundo a presidente da Comissão Europeia (órgão executivo da UE), Ursula von der Leyen, o fundo não vai financiar só o pagamento do salário-desemprego, mas também evitar que muitos trabalhadores sejam demitidos. Servirá ainda como um Plano Marshall europeu.

Também na intenção de resguardar a economia e os empregos do bloco, por meio do Fundo Europeu de Investimento (FEI), a Comissão Europeia liberou 8 bilhões de euros em financiamento para 100 mil pequenas e médias empresas do bloco.