Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado

Nesta quarta-feira (8), o Senado realizará duas sessões deliberativas remotas sobre projetos de enfrentamento à crise provocada pela Covid-19. Um dos pontos de pauta é o Projeto de Lei 949/2020, que isenta empresas de pagar o FGTS e contribuições sociais dos empregados durante a calamidade pública.

Outro item é o PL 1.128/2020, que propõe o financiamento da folha de pagamento por parte dos bancos públicos. O BNDES, Banco do Brasil e Caixa Econômica, segundo o texto, seriam responsáveis por emprestar até R$ 270 bilhões para as empresas pagarem os salários dos trabalhadores. Em contrapartida, os empregos são mantidos.

A reunião será comandada pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que voltou às atividades parlamentares nesta segunda-feira (6), após ter sido infectado pelo coronavírus e ter passado duas semanas em isolamento social.