Foto: Elma Okic/ONU

A Assembleia Geral das Nações Unidas aprovou sua primeira resolução mundial sobre o coronavírus nesta quinta-feira (2), onde solicitou “cooperação internacional” e “multilateralismo” para combater a doença.

Segundo a medida aprovada, “há a necessidade de respeitar plenamente os direitos humanos” e de denunciar “qualquer forma de discriminação, o racismo a xenofobia na resposta a ser dada contra a pandemia”.

A declaração não foi apoiada por apenas cinco países-membros: Rússia, Cuba, Nicarágua, República Centro-Africana e Venezuela. Essas nações apoiavam a resolução russa que declarava a suspensão geral e temporária das sanções internacionais.