Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), havia sido contaminado com o novo coronavírus e ficou 14 dias afastado da Casa, em isolamento domiciliar. Nesta quinta-feira (2), ele informou que realizou dois novos testes, que deram negativo e, portanto, irá retornar as atividades legislativas.

Alcolumbre agradeceu ao primeiro vice-presidente, senador Antonio Anastasia (PSD-MG), que realizou um trabalho “exemplar” durante seu afastamento. Davi reforçou a necessidade de isolamento social e da prática de medidas preventivas. Destacou, ainda, que a ação dos governadores e prefeitos em manter o isolamento é fundamental para não levar a rede pública de saúde ao colapso e para reduzir a curva de contaminação do vírus.

O parlamentar afirmou que o Congresso continuará empenhado, “aberto ao diálogo, ao entendimento e à conciliação”. Encerrou fazendo uma homenagem aos médicos, enfermeiros e profissionais da saúde, que tem defendido a vida dos brasileiros na linha de frente.