Foto: Defesa/Divulgação

A Operação COVID-19, das Forças Armadas, contam agora com equipes especializadas em Defesa Biológica, Nuclear, Química e Radiológica (DBNQR), para monitorar, identificar e balizar a área e promover a descontaminação de pessoas, materiais e veículos.

As equipes utilizam dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) que possuem máscara contra gases, Roupa Protetora Permeável de Combate (RPPC), botas e luvas de proteção – de diferentes níveis, de acordo com as características da contaminação.

Na operação, os produtos BX 24 serve para descontaminar e detoxificar veículos e outros tipos de materiais de agentes QBNQR e o BX 29 é utilizado para descontaminar pessoas.

Cerca de seis mil militares das Forças Armadas estão trabalhando em ações de conscientização, apoio aos órgãos e fronteiras, limpeza e descontaminação de espaços públicos, postos de triagem, campanhas de vacinação e montagens de barracas para atendimentos.