Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta sexta-feira (27) que há um artigo na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) em que “todo empresário, comerciante, etc. que foi obrigado a fechar seu estabelecimento por decisão do respectivo chefe do Executivo, os encargos trabalhistas quem paga é o governador e o prefeito”.

A declaração volta a pressionar os governadores que resistem em flexibilizar as medidas de isolamento orientadas pela Organização Mundial da Saúde. O mandatário ainda afirmou que o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, irá reabrir as atividades econômicas na próxima segunda-feira (30). “Eu li uma notícia que dizia que o Ibaneis vai abrir tudo segunda-feira, é isso? Olha a minha cara de tristeza aqui”, afirmou Bolsonaro.

Ibaneis, que já foi advogado trabalhista, no entanto, nega a informação e diz que conhece bem as leis. A respeito do artigo da CLT citado por Bolsonaro, afirma que “esse aí eu não li em lugar nenhum”.  O governador disse que continua firme no cuidado do povo e que tem analisado a  todos os momentos as curvas de infecção e seguindo as orientações dos especialistas. Segundo ele, ainda não há nenhum indicativo de que chegamos no pico da infecção.