Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta quinta-feira (26) decreto que torna atividades religiosas de qualquer natureza como parte da lista de atividades essenciais na pandemia do coronavírus. Auxiliares do presidente disseram que a mudança atende a pedido de religiosos de diferentes igrejas, como a católica e a evangélica.

Também foram consideradas como essenciais o funcionamento de unidades lotéricas. Quando o serviço é considerado como essencial, ele está autorizado a funcionar mesmo com restrições de isolamento impostas pela quarentena. O decreto tem validade imediata e não precisa de aprovação do Congresso.