Elza Fiúza/ABr

Vai até o dia 6 de maio prazo para que eleitores que tiveram seu título cancelado regularizem a situação. Quem não estiver em dia com o documento não poderá votar em outubro. Na ocasião, serão eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos municípios do país.

Em 2019, 2,4 milhões de títulos foram cancelados porque as pessoas deixaram de votar e justificar ausência por três eleições seguidas. Para regularizar sua situação, o eleitor deve ir a um cartório eleitoral próximo a sua residência, preencher o Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE) e pagar a multa de R$ 3,51 por turno que deixou de comparecer. A situação eleitoral de cada pessoa pode ser verificada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Compartilhe