Gustavo Raniere/ASCOM/Ministério da Economia

O Ministério da Economia anunciou nesta quarta-feira (11) que sua estimativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020 foi alterada de 2,4% para 2,1%. A informação está no Boletim Macrofiscal divulgado hoje pela Secretaria de Política Econômica.

Um dos principais motivos para a revisão do número está relacionada com os efeitos do coronavírus na economia mundial. O Ministério indicou também que a crise provocada pela doença pode gerar choques negativos, como por exemplo na produtividade e nos preços das commodities.

Além da crise relacionado ao Covid-19, outro fator para a redução da estimativa de crescimento é a incerteza quanto ao preço do petróleo. Os custos do combustível caíram mais de 30% após a Arábia Saudita sinalizar que elevaria a produção para ganhar maior participação no mercado internacional.