Foto: Mark Zuckerberg/Facebook

O Facebook retirou alguns anúncios da campanha de reeleição do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. O aviso aconteceu na quinta-feira (5) pelo site, e os anúncios afetados são os que a plataforma identificou como enganosos sobre o censo de 2020.  É uma posição do Facebook contra a desinformação antes da contagem decenal da população que começa na próxima semana.

Recentemente, a campanha eleitoral para a reeleição do presidente norte-americano, “Trump Make America Great Again”, vinculou propagandas que continham links que direcionavam os usuários para uma pesquisa no site oficial de Trump e para uma página de doações. 

Para o Facebook, a mensagem da campanha de Trump violava sua política contra interferência no censo, uma importante pesquisa e contagem de população usada para desenhar mapas eleitorais, que só começará a acontecer oficialmente no dia 12 de março. O Facebook proíbe a deturpação de datas, locais, horários e métodos de participação no censo.

Compartilhe