Foto: Manojiit Tamen/Pixabay

O Sistema Único de Saúde (SUS) é o programa social de saúde mais completo e complexo do mundo. Algumas políticas públicas que o compõe são referência mundial. A doação de leite, por exemplo, coloca o país na vanguarda de boas inspirações.

A Rede de Banco de Leite Humano (rBLH) é a maior do mundo e conta com 224 bancos e 216 postos de coleta, presentes em todos os estados do Brasil. São cerca de 160 mil litros de leite distribuídos todos os anos. O Banco de Leite é disponibilizado para recém-nascidos desde 1943 e já salvou milhões de vidas.

Como o leite materno é tudo que um bebê precisa até os 6 meses de vida por suas propriedades nutritivas, que combatem doenças e influenciam diretamente na saúde futura do indivíduo, a Organização Mundial da Saúde (OMS), reconheceu a rBLH como uma das ações que mais contribuíram para a redução da mortalidade infantil no mundo. De 1990 e 2012, a taxa de mortalidade infantil no Brasil foi reduzida em 70%.

É importante salientar que toda mulher que amamenta é uma possível doadora de leite materno. O Ministério da Saúde estima que um frasco com 200ml de leite pode alimentar até 10 recém-nascidos. Para doar, basta procurar o banco de leite mais próximo ou ligar no Disque Saúde pelo telefone 136.

Compartilhe