Foto: Mike Blake/ Reuters

O Twitter, em uma tentativa de impedir as fake news (notícias falsas) de se espalharem na internet, irá dar início a um processo de identificação de fotos “enganosamente editadas”, vídeos deepfake (vídeos que combinam imagens e sons para criar situações falsas) e conteúdo manipulado.


O objetivo é impedir a disseminação de conteúdos mentirosos que podem gerar “danos à segurança física, agitação civil generalizada, supressão de eleitores ou riscos de privacidade”.


Com a aproximação das eleições americanas, o Twitter se prepara para evitar conteúdo manipulado que visa enganar o público e influenciar eleitores. Para fazer a identificação, a rede social irá aplicar o rótulo “Falso” para mostrar que o conteúdo foi alterado de alguma forma.

Compartilhe