Foto: Luke Sharrett / Bloomberg

O pregão de segunda-feira (3) teve o encerramento com alta de 6,02% nas ações da Braskem, a maior da Ibovespa, cotadas em R$ 33,45. A possibilidade de migração da companhia para o Novo Mercado, inflou o resultado da petroquímica, controlada pela Odebrecht e pela Petrobras.


Portanto, a Braskem pode ser negociada por meio de ações ordinárias, que garantem o direito ao voto. Com a migração para o Novo Mercado, a saída da Braskem pela Bolsa de Valores paulista (B3), seria viável, já que a Petrobras está focada em acelerar o programa de desinvestimentos de ativos não-estratégicos e a Odebrecht tem quase R$ 100 bilhões em dívidas e está em recuperação judicial.


“No Novo Mercado, a Braskem terá melhor governança corporativa, o que pode ajudar as ações da empresa a se valorizarem”, afirmou Luis Sales, analista da Guide Investimentos.