Foto: Jorge Adorno/Reuters

Os vereadores paraguaios se reuniram nesta quarta-feira (29), com o presidente da Junta Municipal de Assunção, Humberto Blasco, e declararam situação de emergência ambiental e sanitária na cidade de Assunção por 90 dias para conter a epidemia de dengue, que deixou quatro mortos no país somente em 2020.


A medida, segundo Blasco, visa “encurtar os processos administrativos para a compra de suprimentos que ajudarão os serviços de limpeza no combate à epidemia de dengue na capital”. A maneira mais eficaz de combater a dengue é eliminar vasos, coberturas foras de uso e qualquer item que permita o armazenamento involuntário de água, ambiente perfeito para as larvas dos mosquitos se reproduzirem.


No Paraguai existem mais de 2.200 casos confirmados da doença atualmente. Dentre eles, o chefe de estado, Mario Abdo Benítez, que voltou ao posto de trabalho após descansar por 48 horas. 

Compartilhe