Foto: Victoria Rachitzky Hoch/Flickr
  A Administração Geral de Aduana da China (GACC), órgão responsável pela sanidade vegetal e animal, autorizou a importação de melão do Brasil na última quarta-feira (22). As informações foram divulgadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). O acordo para viabilizar a exportação de melão foi feito em novembro e tem caráter simbólico.

Pelas expectativas do MAPA, se o Brasil conquistar 1% do mercado chinês, o volume de exportações da fruta irá dobrar. O governo brasileiro ainda não foi notificado oficialmente, e a China irá publicar a lista de fazendas que podem comercializar os melões no mercado chinês.

Em 2018, o Brasil exportou cerca de 200 mil toneladas de melão para Estados Unidos, Chile, Argentina, Uruguai, Rússia e União Europeia. A safra brasileira coincide com a entressafra na China.

Compartilhe
Artigo anteriorGuedes vê otimismo no Brasil em Davos
Próximo artigoBrasil cria 644 mil novos postos de trabalho em 2019
Escritor, Jornalista e Cientista político, com foco em Accountability, formado pela Universidade de Brasilia. Pós-graduado em Relações Institucionais pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC). Especialista em Processo Legislativo Federal e Ética e Administração. Exerce a função de analista político na Arko Advice, com dez anos de experiência, atua com o desenvolvimento de estratégias, mapeamento de stakeholders, consultoria e na elaboração de análises setoriais.