Foto: Divulgação/Olhar Digital

A Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSA), descobriu uma falha na programação do Windows a respeito dos cálculos de criptografia, que permitia que sites clonados assumissem páginas verdadeiras, dificultando a verificação das origens dos aplicativos e arquivos. 

A Microsoft, ao ser informada pela NSA, lançou nesta terça-feira (14), uma nova atualização do Windows, que corrige a brecha e a classificou como “importante”. 

Compartilhe