Foto: REUTERS/Mike Blake/Illustration/File Photo

Um estudo realizado pelo Conselho de Consumidores da Noruega, uma organização sem fins lucrativos assistida pelo governo norueguês, lançado nesta terça-feira (14),  apontou que os aplicativos Tinder, Grindr e OkCupid compartilham dados de usuários para empresas terceirizadas. 

Segundo o conselho, o Grindr, aplicativo destinado à comunidade LGBT, compartilha dados como orientação sexual, localização e o nome no aplicativo à uma dezena de empresas.

Já o Tinder foi acusado de compartilhar dados como gênero do usuário e gênero de interesse com pelo menos 45 empresas do Grupo Match, proprietário do aplicativo.

Compartilhe