Foto: Pillar Pedreira/Agência Senado

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CMPI) das Fake News do Congresso identificou, segundo reportagem exclusiva da UOL, uma lista das principais contas telefônicas de Whatsapp utilizadas durante a campanha eleitoral de 2018, que dispararam mensagens em massa para a população. 

Foram 400 mil contas apresentadas no levantamento, realizado a partir de documentos que a empresa entregou a CPI em novembro de 2019. Dentre as 400 mil, 55 mil tinham comportamento anormal, o que leva a possibilidade de serem operadas por robôs, já que apenas 24 delas foram responsáveis pela maior parte das mensagens disparadas. 

As linhas associadas eram de números dos Estados Unidos, Vietnã, Inglaterra e Brasil e todos os IPs (endereços da internet) indicam que as mensagens foram enviadas do Brasil. Os parlamentares pretendem chegar aos responsáveis pelas contas e utilizar os endereços de IP para intimá-los à um novo depoimento.

Compartilhe