Foto: Divulgação/CPERS

Os docentes filiados ao CPERS-Sindicato estavam em greve há 57 dias e realizaram uma assembleia nesta terça-feira (14), no pátio do Colégio Estadual Cândido José de Godói, na qual deliberaram por encerrar a greve.

Segundo a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer, o motivo é o “compromisso com estudantes e a comunidade escolar. Ao contrário de Eduardo Leite, nós temos responsabilidade com nossos alunos”.

A votação realizada teve 725 votos a favor do encerramento e 593 contra. A deliberação conta com a exigência do pagamento dos dias de greve e a construção de um calendário de mobilização. A proposta de acordo com o governo foi rejeitada. 

Compartilhe