Foto: Divulgação/ArchDaily

A nova Estação Antártica Comandante Ferraz será reinaugurada nesta terça-feira (14), pelo vice-presidente da República, Hamilton Mourão e uma comitiva de 45 autoridades. A base anterior foi destruída por um incêndio em 2012 e agora, será substituída por uma das mais modernas da Antártica. 

A estação tem capacidade para 64 pessoas e conta com 17 laboratórios de pesquisa, sendo 14 internos e 3 externos. O principal foco dos estudos é Microbiologia, Biologia Molecular, Química Atmosférica, Medicina, Ecologia e mudanças ambientais. 

O contrato de construção entre a Marinha do Brasil e a empresa chinesa Ceiec foi fechado em agosto de 2015, durante o governo Dilma Rousseff, em aproximadamente US$99,6 milhões e as obras tiveram início em novembro do mesmo ano.