Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (6) que jornalista é uma “espécie em extinção”. Em resposta, a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) considerou a declaração “estapafúrdia”.

Bolsonaro disse a frase em sua diária declaração à imprensa na saída do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência. O presidente também disse que jornalistas deveriam ser vinculados ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (IBAMA) por estarem em extinção, que cada vez menos o povo confia no trabalho deles, e que, por essa razão cancelou o recebimento der todos os jornais e revistas pelo Palácio do Planalto.

A ABI, por sua vez, divulgou uma nota após as declarações afirmando que, enquanto a informação for uma “necessidade vital nas sociedades modernas”, o jornalismo continuará existindo e sobrevivendo “por mais tempo do que políticos inimigos da democracia”.

Compartilhe