Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O Projeto Tamar, desde 1980, vem desempenhando um papel essencial para a sobrevivência das espécies de tartarugas marinhas. A cada mil tartarugas, apenas uma atinge a fase adulta, que se inicia aos 30 anos. 

Por conta disso, o volume de novas tartarugas ao mar é um fator essencial para a perpetuação das espécies. Durante os 40 anos do Projeto Tamar, cerca de 40 milhões de tartarugas foram protegidas e soltas.

O projeto auxilia pequenas tartarugas, recém-nascidas, a encontrarem o rumo ao mar, para diminuir os riscos de vida. Reconhecido internacionalmente, o Tamar é uma das experiências de conservação marinha mais bem-sucedidas no mundo.

Compartilhe