Foto: Fernanda DiCastro

A consultoria Arko Advice realizou uma pesquisa, entre os dias 29 de novembro e 7 de dezembro, na Câmara dos Deputados com 102 parlamentares de 23 partidos políticos, respeitando o critério da proporcionalidade partidária, sobre avaliação do governo e reformas estruturais. Os principais resultados foram os seguintes:

  • A avaliação positiva do governo caiu de 43,23% (set-out) para 33,32% (nov/dez). Já a negativa passou de 27,92% para 32,34%
  • Com relação ao relacionamento entre Executivo e Legislativo, a avaliação positiva despencou de 31,53% para 21,56% e a negativa subiu de 42,33% para 45,09%
  • 66,66% dos entrevistados acreditam que a Reforma Tributária será aprovada em definitivo no próximo ano, mas a metade (33,33%) acredita que será no primeiro semestre e a outra metade no segundo
  • 48,03% acreditam que a PEC da prisão após condenação em segunda instância será aprovada no Congresso, com aval do STF
  • 37,25% avaliam que a PEC do Pacto Federativo deve tramitar com mais celeridade do que as demais reformas enviadas pelo Executivo