Foto: Agência Brasília

A medida provisória 905/2019, que prevê o incentivo de contratação de jovens entre 18 e 29 anos, recebeu 1.930 emendas por deputados e senadores. O Programa Verde e Amarelo, âmbito em que a MP também faz parte, altera a lei trabalhista e, oficialmente, põe foco na redução do emprego no Brasil entre 2020 e 2022.

A proposta é vista como polêmica. De um lado, o governo acredita em tentar “amenizar” as consequências da recessão, enquanto a oposição prevê uma precarização das relações de trabalho. 

O Congresso instalou, nesta quarta-feira (11), a comissão mista para avaliar a medida. O senador Sérgio Petecão (PSD-AC) será o presidente; deputado Lucas Vergílio (SD-GO) será o vice-presidente e o deputado Christino Áureo (PP-RJ), o relator.

Compartilhe