Foto: Divulgação/ASCOM/Ministério da Infraestrutura

O Ministério da Infraestrutura realizou, nesta quarta-feira (11), o 3º Ciclo de Planejamento Portuário 2015-2019, com o objetivo de trazer uma atualização dos Instrumentos de Planejamento Portuário do Governo Federal, que são o Plano Nacional de Logística Portuária (PNLP) e o Planos Mestres.

Os planos, por sua vez, visam proporcionar modelos de gestão de portos mais rentáveis, competitivos, autossustentáveis e autônomos. Segundo a secretária de Fomento, Planejamento e Parcerias (SFPP), Natália Marcassa, “o objetivo é que até o final de 2020 possamos consolidar um Plano Nacional de Logística com metodologias integradas entre os quatro modais de transportes”.

 “De 2010 até hoje, nós tivemos uma movimentação de aproximadamente 1 bilhão de toneladas de cargas, o que equivale a um crescimento de mais de 33%. Isso mostra uma resiliência muito grande do setor”, afirmou o secretário-Executivo da Pasta, Marcelo Sampaio.