Foto: Greg Salibian / Folhapress

A Operação Lava Jato iniciou uma nova fase nesta quinta-feira (10), em que coloca como um dos principais alvos Fábio Luis, ou Lulinha, filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

A ação irá levar mais profundidade às apurações a respeito da forma como foram utilizadas as firmas de Lulinha e do empresário Jonas Suassuna, que aparentemente, foram usadas para pagar despesas pessoais da família.

Nesta terça, a ação da Polícia Federal envolveu  47 mandados de busca e apreensão, com 9 pessoas físicas e 21 empresas. No entanto, não houve mandado de busca nos endereços de Fábio Luís, mas apenas pessoas ligadas a ele.