Foto: Clauber Cleber Caetano/PR

Representantes de empresas e entidades setoriais interessadas no comércio entre Brasil e Arábia Saudita se reunirão na próxima terça-feira (10), na Câmara de Comércio Árabe-Brasileiro, em seminário para balanço acerca da viagem do presidente da República, Jair Bolsonaro, aos países árabes em outubro passado e verificação das melhores oportunidades para aproveitar o que ficou decidido nessa viagem.

Junto à Câmara Árabe, a Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (Abimde) está promovendo esse seminário na capital paulista. O evento é aberto a qualquer empresa ou entidade interessada em dar continuidade às atividades da missão árabe-brasileira. E ocorre dias depois da visita do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, à Câmara de Comércio Árabe-Brasileiro, onde declarou que o Brasil já tem relações estratégicas com o mundo árabe, mas que há espaço para ampliar ainda mais o intercâmbio econômico.

As exportações do Brasil aos países árabes somaram US$ 10,34 bilhões de janeiro a outubro de 2019, denotando um aumento de 10,7% em relação ao mesmo período de 2018, segundo dados da Câmara Árabe. Desse montante, alimentos e bebidas responderam por US$ 6,4 bilhões, ou seja, 62% do total. Houve, também, aumento significativo nas vendas de outros segmentos, como tubos de ferro e aço, ouro em forma semimanufaturada, e turbinas para aviões