Foto: CNN/Divulgação

A ativista mirim Greta Thunberg chegou a Madri de ter nesta sexta-feira (6) para participar de uma reunião de líderes mundiais, segundo ela, incompetentes na tarefa de combater as mudanças climáticas, conforme informa a agência de notícias Reuters.

Com pouco mais de um ano à frente da causa ambiental, Thunberg chega à cidade espanhola depois de uma viagem de 21 dias de catamarã entre Estados Unidos e Portugal. Para chegar à Madri, Greta usou o trem Lusitania, o único direto entre Lisboa e a cidade madrilenha, onde ela deve participar de um protesto ainda nessa sexta-feira.

Já no Brasil, o prefeito de Recife (Pernambuco), Geraldo Julio, está prestes a embarcar para a COP 25 junto com uma comitiva de cerca de 60 integrantes, para uma agenda na segunda-feira (9). Julio disse que quer mostrar para o mundo que o Brasil “tem muitos líderes e governos locais que estão comprometidos com o clima” e que há posição “frontalmente contrária à posição do governo nacional”, em referência às atitudes anti-ambientalistas do Governo Bolsonaro, do qual Geraldo é ferrenho crítico.

A comitiva também é composta por líderes do calibre de Jorge Muñoz, prefeito de Lima (Peru), e Arthur Virgílio Neto (PSDB-AM), prefeito de Manaus. O grupo integrará o painel “Oportunidades e alianças pelo Clima – 2020: O papel dos governos locais na construção de um compromisso nacional pelo clima”, reunião esta com o intuito de fortalecer a interação entre governos locais e o brasileiro para dialogar sobre a Agenda Climática de 2020. Depois, Julio participa do painel “Prefeitos e Prefeitas”, para discutir a visão dos governos locais latino-americanos para realizar ações climáticas eficazes para a implementação do Acordo de Paris no continente.

 

Compartilhe