Foto: Laís Modelli/G1 SP

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), mudou de tom e orientou nesta quinta-feira (6), o secretário de Segurança Pública do estado, general João Camilo Pires de Campos, a rever protocolo de ações da Polícia Militar após operação em Paraisópolis que matou nove pessoas. 

“O secretário da Segurança Pública já foi orientado a rever protocolos e identificar procedimentos que possam melhorar e inibir, senão acabar, com qualquer perspectiva da utilização de violência e de uso desproporcional de força em qualquer acontecimento do estado de São Paulo”, afirmou. 

Na segunda-feira (2), o governador havia afirmado que “ “letalidade [as mortes em Paraisópolis] não foi provocada pela Polícia Militar, e, sim, por bandidos que invadiram a área onde estava acontecendo o baile funk”.