Foto: Divulgação/Mapa

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, se reúne, nesta quarta-feira (20), com o secretário de Agricultura dos Estados Unidos, Sonny Perdue, em Washington, com a missão de conseguir uma nova liberação do país para a carne bovina in natura brasileira. As exportações foram suspensas depois da identificação de abscessos provenientes da vacinação contra a febre aftosa em cargas de carne.

Na semana passada, ao participar de evento sobre tecnologia agrícola, em Londrina, Tereza Cristina disse que a questão era apenas de ordem técnica e que não era possível tratar de forma política questões sanitárias. Disse ainda que a intenção era construir um canal aberto e franco com os americanos.

A agenda da ministra Tereza Cristina nos Estados Unidos inclui ainda uma série de reuniões para falar do agronegócio brasileiro. Nesta segunda-feira (18), a ministra participa de uma conferência no Banco Mundial, na qual serão apresentados os resultados do Projeto ABC Cerrado e discutidas opções para ampliá-lo. Financiado pelo Banco Mundial, o projeto é desenvolvido em sete estados do bioma (Goiás, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Maranhão, Bahia, Piauí, Minas Gerais) e no Distrito Federal, levando práticas sustentáveis às propriedades rurais.

A ministra Tereza Cristina falará sobre a importância do setor rural brasileiro, os principais projetos para desenvolver uma agropecuária sustentável no país e as tendências mundiais que impactam na produção brasileira.

Na terça-feira (19), no Wilson Center, a ministra vai tratar do papel do Brasil no desenvolvimento de uma agricultura mais sustentável. No mesmo dia, Tereza Cristina se reúne com lideranças da Academia de Liderança para Mulheres do Agronegócio e com representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Em Nova York, quinta-feira (21), a ministra vai falar sobre as oportunidades de investimento na agricultura sustentável brasileira.

Compartilhe