Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

A Comissão Mista de Combate à Violência Contra a Mulher (CMCVM) irá debater nesta quarta-feira (20) a violência estrutural sofrida pelas mulheres, para compreender as diversas complexidades dessa situação, fundamentada e fortificada pela estrutura patriarcal, racista e desigual. A presidente da comissão é a senadora Zenaide Maia (Pros-RN).

“Tudo isso tem impacto e afeta diretamente a vida das mulheres, nossos corpos, direitos, acesso a políticas públicas e justiça, por isso a intenção de discutir a violência estrutural”, afirmou a autora do pedido de audiência, a deputada Luizianne Lins (PT-CE). 

Foram convidadas para o debate a deputada federal e coordenadora da Frente Parlamentar Feminista e Antirracista, Talíria Petrone (PSOL-RJ); a professora da Universidade Federal do Amazonas, Milena Fernandes Barroso; a professora da Universidade de Brasília, Maria Elaene Rodrigues Alves; a coordenadora executiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, Sônia Guajajara; e a professora da Universidade de Brasília, Priscilla Maia de Andrade.

 

Compartilhe