Foto: Marcos Corrêa/PR

A 11ª Cúpula do BRICS – Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – estreou a organização do governo Bolsonaro em um evento internacional. No entanto, o evento teve problemas de logística e de informação, que causaram a desistência de integrantes das delegações estrangeiras. 

Nesta quarta-feira (13), ocorreu o Fórum Empresarial, mas muitos jornalistas e autoridades tiveram problemas no deslocamento. O acesso por meio de táxis, serviços de aplicativos e carros particulares não foi permitido e essas pessoas foram deslocadas para o Clube do Exército, a 2km do local.

No clube não havia profissionais com conhecimentos em línguas estrangeiras, o que dificultou ainda mais o transtorno. Por fim, um veículo de emergência foi enviado minutos antes do início da cerimônia para os que não haviam desistido de comparecer. 

Já no encontro bilateral entre Bolsonaro e o presidente chinês, Xi Jinping, nenhum dos fones com tradutores funcionava, tornando impossível o acompanhamento dos jornalistas sobre a discussão. 

Compartilhe