Foto: Eduardo Verdugo/AP

O ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, solicitou apoio nesta quarta-feira (13) à Organização das Nações Unidas (ONU), o Papa Francisco e países aliados da Europa para acompanhar e estimular o diálogo para a pacificação do país. 

“A violência atenta contra a vida e a paz social”, afirmou Morales em seu Twitter. O ex-presidente deu sua primeira coletiva de imprensa após o exílio no México e reiterou sua demissão para conter a violência. 

“Se meu povo pedir, estamos dispostos a voltar para apaziguar, mas é importante o diálogo nacional”, afirmou Morales. Disse ainda que “vamos voltar cedo ou tarde. Quanto antes melhor para pacificar a Bolívia”.

Compartilhe