Foto: Nilanjana Bose/UNFPA Bhutan

A Cúpula de Nairóbi – CPID25, teve início nesta terça-feira (12) com o objetivo de debater ações que evitem mortes maternas, atendam a demanda mundial de contracepção e combatam a violência de gênero até 2030. 

“Haverá uma profunda reflexão sobre os avanços conquistados nos últimos 25 anos e sobre o que precisamos fazer para cumprir o programa de ação do Cairo. Esperamos que o Brasil possa reafirmar seus compromissos com esses três pontos em particular”, afirmou a representante do Fundo de População da ONU no Brasil (UNFPA), Júnia Quiroga. 

A comitiva brasileira conta com integrantes dos Ministérios da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos; da Saúde e das Relações Exteriores; representantes da Rede Brasileira de População e Desenvolvimento (REBRADP), Rede de Juventude Indígena (Rejuind)  e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). 

Compartilhe