Foto: AFP

O México anunciou nesta segunda-feira (11) que irá conceder asilo político ao ex-presidente da Bolívia, Evo Morales. Evo embarcou por volta das 23h perto de Cochabamba em uma aeronave do governo mexicano. 

O chanceler mexicano, Marcelo Ebrard, considera que o que aconteceu na Bolívia “é um golpe porque o Exército pediu a renúncia do presidente e isso violenta a ordem constitucional do país”. Evo pediu em suas redes sociais que ao “povo com muito carinho e respeito que cuidem da paz e não caiam na violência de grupos que buscam destruir o estado de direito”. 

Nos últimos dias, a violência das manifestações aumentou e, com isso, as Forças Armadas da Bolívia, junto à polícia, iniciaram operações conjuntas para tentar contê-las. Por tanto, veículos militares de artilharia estão circulando as regiões de El Alto, em La Paz, foco de protestos e vandalismo, para tentar barrar a violência gerada pelo “vácuo” político. 

Compartilhe