Miguel Rojo/AFP

O presidente da Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul, de acordo com o acordo político estabelecido entre o Senado e a Câmara dos Deputados, alterna entre as duas Casas ao final do mandato. Ocorre que o atual presidente, deputado Celso Russomanno (Republicanos-SP) está com o mandato vencido há mais de um ano e ainda não convocou uma nova eleição. 

O senador Telmário Mota (Pros-RR) criticou a atitude do do representante brasileiro do Parlasul. Na opinião de Mota, o deputado utiliza uma “manobra não republicana” ao procrastinar a eleição e desrespeita os regimentos do Senado e do Congresso. 

“Acordo em política é fundamental, e meu partido e eu respeitamos sempre os acordos nesta Casa. É lamentável que o deputado Celso use desse expediente, lamentável (…) Então, eu conclamo o presidente [do Senado] Davi. Que V. Exa. convoque o deputado Celso e determine essa eleição, porque nós não podemos, procrastinar, adiar, para buscar o melhor momento”, afirmou Telmário.

Compartilhe